MENTIRA!!!!! Diz filha do Major Joaquim Cerveira assassinado pela Ditadura

LAMENTO INFORMAR, MAS É MENTIRA! Na verdade, no caso específico do meu pai esse delegado mentiu. Meu pai foi assassinado sob tortura na PE do exército do RJ na madrugada do dia 13 de janeiro de 1974. De lá seguiu numa ambulância para o HCE onde foi enterrado num cemitério ali existente. Posteriormente seus restos foram levados para um cemitério de Petrópolis (RJ) se foram tirados de lá e incinerados, faz muito pouco tempo. O resto é ficção.

Não sei bem porque, nem por quem foi feita essa “armação” mas, para que a verdade triunfe não podemos compactuar com mentiras que satisfaçam políticamente nehum grupo atualmente no poder. Eu particularmente, quero a verdade de quem foi que matou, enterrou e etc. E, acima de tudo hoje o que me interessa não são seus restos mortais, mas a punição de seus assassinos e sequestradores. Não ia falar antes de apresentar provas concretas das minhas pesquisas. Mas, estou enojada do que está rolando. Não é assim fácil…não vou compactuar com isso! Não vou, porque é uma grande mentira! Eu vou provar que é. Isso só prejudica o trabalho da Comissão da Verdade. Alguém tinha que dizer isso! Preferia que não fosse eu, mas… tenho certeza que não sou a única detentora dessa verdade. Não sei porque esse delegado está mentindo! Nem sei porque tem proteção da PF. Eu não tive quando defendi minha Tese e fui sequestrada duas vezes e torturada em plena democracia. Afinal o que está acontecendo? Se não me matarem eu garanto que vou descobrir o que está por tráz dessa nojeira toda! Retirem o nome do meu pai dessa lista. Meu pai amava a verdade, com ele apreendi. Abraços aos meus amigos e aos meus inimigos só posso dizer: NÃO VAI DAR CERTO!

Drª Neusah Cerveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *