Temer e os anistiados

Um grupo de sete anistiados políticos abordou Michel Temer ontem, após aposse do defensor público geral, no Ministério da Justiça. Alexandre de Moraes estava ao lado de Temer.

Queriam ajuda de Temer para serem recebidos por Moraes. Temer acolheu o pedido:

— Resolva isso, Alexandre!

Depois de uma hora e meia de conversa, os anistiados saíram com a garantia de que o Memorial da Anistia, que está sendo construído em Belo Horizonte (MG) há séculos e com o custo já na casa dos R$ 40 milhões, será concluído.

Moraes também prometeu manter as caravanas da anistia, que são julgamentos dos pedidos de pensão de ex-perseguidos políticos nos seus estados de origem.

Fonte – O Globo

4 Comments

  1. Por favor existem 495 CABOS DA FAB anistiados que ficaram na folha mais de 2 anos e o PT cancelou tudo,quando que nossos direitos adquiridos em lei 10.559/02 serão respeitados?Confiamos no atual Governo.

  2. … E o PT cancelou tudo? Onde foi que o amigo aprendeu isso? Quem cancelou foi a Justiça atendendo ao interesse público expressado por Órgão Oficial apartidário da União que entende que os cabos pós edição da Portaria não fazem jus aos beneplácitos da Lei 10.559.

  3. Graças ao bom Deus, o STF reconheceu que uma portaria jamais pode revogar uma LEI e com isto todos que foram injustiçados pela 1.104 GM3de 64 da AERONAUTICA estão felizes, justiça foi feita aos 495 CABOS DA FAB.

  4. Eliezer, quando foi q reconheceram os direitos dos 495?
    Meu pai é um desses e nada ainda foi comunicado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *